segunda-feira, 17 de julho de 2017

A assinatura de todas as coisas


"Na vida de todos nós, há dias que gostaríamos de ver riscados do registro de nossa existência. Talvez desejemos essa rasura porque certo dia nos causou uma tristeza tão devastadora que mal somos capazes de pensar nele de novo. Ou talvez desejemos encobrir um episódio para sempre por termos nos comportado muito mal - nosso egoísmo foi mortificante, ou nossa tolice atingiu níveis extraordinários. Ou talvez tenhamos machucado alguém e desejemos esquecer nossa culpa. Tragicamente, há certos dias na vida em que essas três coisas acontecem de uma só vez - em que ficamos de coração partido, somos tolos e machucamos os outros de maneira imperdoável ao mesmo tempo."



Trecho do livro "A assinatura de todas as coisas", da escritora Elizabeth Gilbert, que estou lendo atualmente. Domingo passado tive um dia assim. Fui machucada e machuquei alguém da minha família que amo muito. Certas feridas eu não sei que remédio por. Só peço a Deus me nos dê paz, equilíbrio e sabedoria a todos.

Nenhum comentário:

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...