quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Remexendo o baú

Hoje fui fuçar um blog que eu lia antigamente e acabei encontrando este meu antigo comentário em uma postagem. O tempo passou, e o meu ideal permanece o mesmo:

"Se eu tiver que sofrer mil vezes, mil vezes vou me recuperar, e outras mil vou amar de novo. Só espero que em cada relacionamento eu viva algo novo que me acrescente um aprendizado. A vida é muito curta e eu quero aprender todos os dias, ser feliz todos os dias, amar todos os dias, ser amada todos os dias, chorar quando for o caso, e ver o sol nascer numa nova esperança. A Bíblia fala que o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Salmo 30:5.  Aproveite a vida! ;)

1 de julho de 2011 12:39"

É isso! Vamos aproveitar a vida!

Desde o último post eu já fiz algumas coisas:

  1. Saltei de paraquedas - e essa foi uma das experiência mais LOUCAS da minha vida. Altamente recomendável pra quem está precisando ver o mundo com outros olhos, e sob outro ponto de vista!
  2. Mudei de casa e de cidade (fui morar com o namorado em Niterói);
  3. Fui à Brasília algumas vezes, onde revi meus amigos e cantei no samba de lá;
  4. Trouxe meu carro definitivamente pro Rio de Janeiro;
  5. Passei algumas horas do Reveillon na companhia da minha mãe;
  6. Passei o natal na casa da família do namorado;
  7. Fui roubada em um restaurante no Leblon;
  8. Recuperei as coisas roubadas e ainda ganhei um ipad mini na empresa;
  9. Revi minha amiga Ângela Castro. Nós nos encontramos na final da Copa do Mundo depois de quase 15 anos sem contato. E depois a revi em agosto, fazendo shows aqui no RJ com sua maravilhosa Rosa de Pedra. Conheci Tiquinha, que agora é da minha família também, como a Ângela sempre foi!;
  10. Voltei a malhar (e desta vez carreguei o gatinho pra malhar comigo);
  11. Iniciei o plano de reeducação alimentar, com acompanhamento da nutricionista;
  12. Fiz a prova pra voltar pra Escola Portátil de Música (Flauta, canto e leitura rítmica) e fui aprovada. Agora é só esperar o retorno das aulas!
Vem, 2015! Mas VEM COM TUDO!


Nenhum comentário:

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...