Sonhos



A ciência diz que numa noite uma pessoa sonha milhares de vezes. Mas alguns sonhos que tenho são tão reais, e me deixam tão impressionada, que eu acordo, penso e relembro o que sonhei, e corro pra anotar. Algumas vezes eu consigo sentir cheiros, gostos e temperaturas que vivenciei no sonho e eles me deixam muito impactada. Ano passado, antes de mudar pro Rio, eu sonhei com diversas situações envolvendo MUITA água.

Domingo passado eu sonhei com uma forte, imensa e caudalosa cachoeira que caía do alto de um morro, no meio de uma favela. Eu estava dirigindo um bom carro, numa estrada muito bonita que circulava a tal favela e me lembro que falava pra ele repetidas vezes: "Tá vendo como ela - a cachoeira - é grande e forte? Tá vendo como a água que corre dela é muito limpa?".

Sonhei com isso e acordei determinada a sair daquela situação miserável que eu me encontrava ao lado dele, sabendo que é inadmissível uma cachoeira tão forte e limpa estar do meio de uma favela.

Hoje eu acordei me sentindo triste, mas lembrei que esta noite sonhei com dois elefantes cinzas, enormes e muito fortes, corriam, subiam, desciam... fiquei espantada com aquela energia!

Que venha força, sabedoria, pureza, persistência, amizade, companheirismo, longevidade, prosperidade, estabilidade, paz, saúde e poder!

Comentários

Edna Vilas Boas disse…
As vezes também sonho sra Elizabete!! Que seu sonhos te leve onde vc quer chegar bjs!!

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminação sem gesso

Cortinas para a casa nova dos meus amigos Lai e Lu

Discurso que proferi na minha colação de grau do curso de Arquivologia, da UnB, dia 03 de fevereiro de 2009, em Brasília.