segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Sonhos



A ciência diz que numa noite uma pessoa sonha milhares de vezes. Mas alguns sonhos que tenho são tão reais, e me deixam tão impressionada, que eu acordo, penso e relembro o que sonhei, e corro pra anotar. Algumas vezes eu consigo sentir cheiros, gostos e temperaturas que vivenciei no sonho e eles me deixam muito impactada. Ano passado, antes de mudar pro Rio, eu sonhei com diversas situações envolvendo MUITA água.

Domingo passado eu sonhei com uma forte, imensa e caudalosa cachoeira que caía do alto de um morro, no meio de uma favela. Eu estava dirigindo um bom carro, numa estrada muito bonita que circulava a tal favela e me lembro que falava pra ele repetidas vezes: "Tá vendo como ela - a cachoeira - é grande e forte? Tá vendo como a água que corre dela é muito limpa?".

Sonhei com isso e acordei determinada a sair daquela situação miserável que eu me encontrava ao lado dele, sabendo que é inadmissível uma cachoeira tão forte e limpa estar do meio de uma favela.

Hoje eu acordei me sentindo triste, mas lembrei que esta noite sonhei com dois elefantes cinzas, enormes e muito fortes, corriam, subiam, desciam... fiquei espantada com aquela energia!

Que venha força, sabedoria, pureza, persistência, amizade, companheirismo, longevidade, prosperidade, estabilidade, paz, saúde e poder!

Um comentário:

Edna Vilas Boas disse...

As vezes também sonho sra Elizabete!! Que seu sonhos te leve onde vc quer chegar bjs!!

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...