quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Mãos de Afeto




Mãos de Afeto
Ivan Lins

Preparei minhas mãos de afeto
Pra esse rapaz encantado
Pra esse rapaz namorado.
O mais belo capataz de todos
Os cafezais
O mais belo vaqueiro de todos
Os cerrados
O mais belo vaqueiro de todos
Os cerrados

Eu tinha um ombro de algodão
Pra ajeitar seu sono
Eu tinha uma água morna
Pra lavar o seu suor
E o meu corpo um fogueira
Pra esquentar seu frio
E minha barriga livre
Pra gerar seu filho

Preparei minhas mãos de afeto
Pra esse rapaz encantado
Pra esse rapaz namorado
Que partiu pra nunca mais
Traído nos cafezais
E os seus olhos roubaram o
Verde dos cerrados
E os meus olhos lavaram todos
Os meus pecados

Nenhum comentário:

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...