Me sinto só

Depois de 13 anos fora de casa todo mundo te soa estranho, nada é familiar... Nenhum lugar tem gosto de estar em casa, ninguém mais é sua mãe ou seu pai, e você não é mais filha de ninguém. Sem referência, nem você mais se reconhece. Não se pode cobrar que ninguém ocupe os espaços, na vida e nas emoções, que seriam dos pais, dos irmãos, dos primos, dos tios. Não me reconheço em ninguém, não sei quem são meus amigos, tenho dúvidas de quem eu sou, se é que um dia eu soube.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminação sem gesso

Cortinas para a casa nova dos meus amigos Lai e Lu

Discurso que proferi na minha colação de grau do curso de Arquivologia, da UnB, dia 03 de fevereiro de 2009, em Brasília.