terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Dormindo fora de casa

Diz pra mim que hoje é sexta
sussurra bem baixinho
e eu te cubro de beijinhos


E é nesse clima que eu tô... sonhando em sair do trabalho daqui há pouco e parar na calçada de alguma sorveteria e me esbaldar com sorvete de morango com bastante calda.

Estou muito cansada depois do dia de ontem. Estou exausta, pra ser específica. Pra piorar não dormi. Se eu ligasse o ventilador o barulho me incomodava, se eu o desligasse o calor me mataria. Noite complicada na casa alheia.Tudo que eu queria agora era relaxar!



Hoje eu fui ver a quantas anda a reforma do apartamento. As pastilhas, devidamente rejuntadas, estão lindas (e continuam verdes), o piso está sendo assentado e a péssima notícia é que como a casa é minúscula o pedreiro me informou que não vou poder colocar meus pertences pra dentro de casa (sim, TODAS as minhas coisas estão no corredor do andar), pois o porcelanato ainda não pode receber peso. Que lindo.

Estou até vendo: a noite de hoje vou passar com o colchão estendido do lado de fora do ap, no corredor do prédio, junto com todas as minhas coisas, computador ligado, café e fones de ouvido. Prometo colocar um pijaminha comportado. Quem quer me acompanhar em mais uma noite sem dormir?

Beijos!



Nenhum comentário:

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...