Pala

Quando você reaparece
Nem eu entendo
O efeito que você me causa
Dou defeito
A mente da pausa
E não retorna
Se me acendo
Nem eu me entendo.


Ele está em Porto Alegre... do meu lado do oceano!

Acho que a Zélia Duncan já cantou isso que eu acabei de dizer. Olha só:

"Meu coração
Toda vez que te vê
Quer gritar, se arriscar sair cantando
Me delatando pra todo mundo
Pensa que está fora de alcance

E vai me anunciando
Quando leve, você passa
Me entregando assim de graça
Nesse estado inevitável da paixão".


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminação sem gesso

Cortinas para a casa nova dos meus amigos Lai e Lu

Discurso que proferi na minha colação de grau do curso de Arquivologia, da UnB, dia 03 de fevereiro de 2009, em Brasília.