domingo, 26 de junho de 2011

Quem ama mais?

O homem ou a mulher? De que maneira essa equação se estabelece num relacionamento? Como isso pode determinar o futuro de um casal?

Como cantou Elis Regina: "eu tenho mais de mil perguntas ser respostas...."

A Bília em um momento fala algo como "ame ao seu próximo como se fosse você"... Independente da balança amorosa em uma relação, o maior e mais importante amor que alguém pode sentir é o amor próprio, sem ele você não tem parâmetros para amar nem a si, nem a outros, e por isso eu resolvi aceitar a sugestão e me afastar de algumas relações. Na verdade a pessoa em questão resolveu se afastar de mim e eu fiquei atrás dela uns três dias tentando consertar a coisa. Essa minha criação não me permite aceitar com naturalidade o fim de algumas relações. Eu fui criada para o tal de "pra sempre". Que grande merda.

Sempre tive muito medo de ficar solitária. Sozinha eu já estou acostumada a ficar, mas a solidão bate de vez em quando, e é quase sempre combatida pela presença das minhas amigas queridas. Ainda bem, né? Deve ser por isso que eu tenho tanto medo de me mudar de novo. Sei que na nova cidade eu também vou construir amizades e que as daqui não vão morrer... mas não ter mais a possibilidade de ser socorrida de urgência pelas minhas amigas quando o coração aperta me dá muito medo.

A Bíblia fala que o perfeito amor lança fora o medo, mas as vezes a gente não sente o perfeito amor.

Minha cabeça está confusa mas meu coração está sepultando todos estes sentimentos que me deixam zonza. Com fé em Deus e no Seu perfeito amor, todo sentimento de confusão vai sair em breve da minha vida e eu vou ficar bem tranquila, sem medos nem preocupações.



Bom domingo pra vocês.

Nenhum comentário:

Aplicada a conhecer e entender de Cinema

Então... há algum tempo eu ando incomodada com o meu pouco conhecimento sobre cinema aliada a uma péssima memória dos filmes que assisto. Co...