quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Priorizando

Eu achei que minha história não coubesse nesse quartinho novo. Mas só agora percebi que é a vida pedindo pra ser mais enxuta...
Meus livros, meus vestidos, meus saltos, meu ventilador barato, este caderno modernoso onde inventario minhas divagações... e aquele lençol que é quase um carinho na pele. É só isso o que me preenche. E o que me pertence.
Elizabeth Maia 00h57

Nenhum comentário:

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...