Priorizando

Eu achei que minha história não coubesse nesse quartinho novo. Mas só agora percebi que é a vida pedindo pra ser mais enxuta...
Meus livros, meus vestidos, meus saltos, meu ventilador barato, este caderno modernoso onde inventario minhas divagações... e aquele lençol que é quase um carinho na pele. É só isso o que me preenche. E o que me pertence.
Elizabeth Maia 00h57

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminação sem gesso

Cortinas para a casa nova dos meus amigos Lai e Lu

Discurso que proferi na minha colação de grau do curso de Arquivologia, da UnB, dia 03 de fevereiro de 2009, em Brasília.