sexta-feira, 28 de maio de 2010

:(

Eu tenho a impressão qua a minha vida é agridoce. As pernas doem e eu não posso parar de caminhar... O coração para e e o sangue prossegue correndo. Como pode?
Hoje fiquei assustada com o choro da minha mãe ao telefone. Por que as pessoas que a gente ama sofrem? Por que não consigo proteger meus pais, meus irmãos e meus irmãos?
Não sei. É assim.

Nenhum comentário:

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...