Como aplicar papel de parede

Pois é, gente!

Como eu falei no post anterior, participei da Oficina de Bricolagem da Leroy Merlin + Muresco que ensinou como aplicar papel de parede. Destaco o que eu aprendi e considero o principal:
  1. Existem um monte de tipos de papéis que variam, principalmente, forma de confecção, durablidade, textura e preço;
  2. Os tipos que ficaram mais na minha mente foram o vinilizado (é o mais barato e próximo do papel normal, inclusive a textura, e quando falo de textura, falo de "sensação ao toque das mãos") e o vinílico (com textura que dá uma sensação de "emborrachado", melhor para lavar e limpar, além de ser mais durável);
  3. A instrutora nos orientou que, quando for necessário comprar mais de um rolo, só compre do mesmo lote (verifique com o vendedor), pois lotes diferentes podem apresentar variação na cor do produto (e na hora de instalar sua parede vai virar uma zebra!);
  4. Quando você medir a parede deve levar em consideração que um rolo (que tem a medida de 10m x 0,52m) só rende cerca de 3 metros de parede, por causa das perdas sofridas durante o corte. As estampas de uma folha precisam "casar" com as estampas da próxima folha... e nisso se perde MUITO papel! O tipo que menos sofre perda de papel são os de estampa listrada, e os sem estampas;
  5. O que eu achei mais difícil: cortar o papel conseguindo "casar" as estampas;
  6. O que eu achei mais agradável: acho que tudo que aprendermos e fizermos em casa com "nossas próprias mãos" é como fazer um carinho novo num cantinho que é só seu.
Agora vamos às dicas:
  • Se você quer comprar um papel mais moderno, com estampa atual, e com qualidade superior, prepare o bolso, porque papel de parede custa caro;
  • Se, apesar do preço, você decidir pelo mais caro, não faz sentido ficar chorando miséria por causa do preço cobrado por um instalador profissional! Né? rs...
  • Maaaaaaaaass... se você preferir comprar um BBB (bom, bonito e baratinho), e ainda tiver tempo e paciência (acredite, você vai precisar MUITO disso!), vale a pena instalar o papel na sua casinha, e ter uma paredinha personalizada.
Imagens para inspirar quem estiver indecisa:



Amo estes cestos, essa vibe oriental, essa elegância dos tons neutros... ai ai ai ui ui ui...


Desse jeito, até esqueço a minha antipatia pela cor jaranja!


Suspiros de paixão ao imaginar este última atrás da minha cama de novela...

Esses aí: Papel de Parede dos Anos 70. Não conhece? Corre pra lá, diva vacilona!

No site da Muresco (cujos produtos só podem ser vistos e comprados em Home Centers) tem um folheto que explica como comprar, cortar e instalar, que você pode conferir clicando aqui.

Gostou? Eu amei! Beijos!

P.S: Antes de aplicar papel de parede em madeira, ela deve ser lixada. Pergunte ao vendedor se há uma opção para "selar" a madeira, e aplique o selante após lixar. A durabilidade de papel de parede em amdeira é de cerca de três meses. :D

Comentários

Ruby Fernandes disse…
Oie!!! Nossa, que legal você ter feito esse curso! Já pode colocar na sua casa né?
Então, vou descobrindo esses lugares aqui em BSB, vou fuçando...
Olha, vou fazer avental para colocar na lojinha e te aviso para vc dar uma olhadinha tá?
Bjo bjo flor :D
Leo disse…
Que legal, papel de parede existe mesmo e tem visual bem atual! Caramba, só tinha visto em desenho animado e em filmes antigos. Tantas coisas escondidas e que passam desapercebidas... ao menos para mim, rs!

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminação sem gesso

Cortinas para a casa nova dos meus amigos Lai e Lu

Discurso que proferi na minha colação de grau do curso de Arquivologia, da UnB, dia 03 de fevereiro de 2009, em Brasília.