Mais uma pérola do Xico Sá

Gente, o Xico Sá é um escritor que sabe o que falar, pelo menos em seus textos, quando a matéria é a alcova, e a mulher... e mulher em alcova... rs... Então coloquei parte do último texto dele que li aqui, e a outra parte no site fonte, só para quem quiser continuar a leitura. Aliás, leitura nada aconselhável para quem tem frescuras e puritanismos, nojinhos e afins... Vou deixar de blá blá blá e vou dar a palavra a ele. Espero que gostem!

"MODOS DE MACHO - O cafajeste tem de ser um doce cafajeste
Sex, 02 Out, 10h24
Por Xico Sá*, especial para BR Press

(BR Press) - O cafajeste ou é um doce cafajeste, um cafajeste lírico, poético, romântico, decente... Ou é muito risível. Não há outra saída para este animal. Ou tem a manha ou torna-se caricato na primeira piscadela.

Ou é um dublê do Peréio ou apenas um ensaio de Didi Mocó Sonrisal. Didi é gênio, ora, mas é macaco de outro galho. O cafajeste amador é piada. Quer traçar todas e a nenhuma se devota. Blefe. Não sabe, nem nunca procurou saber, que, no amor e no sexo, não existe mensalão nem milagre.

O cafa poético não é nada óbvio. Sabe, inclusive, que nem só de bonitonas e gostosas vive o homem. É capaz de devotar-se àquela mulher que ninguém dá nada por ela. E, de repente, descobre que se trata de um sexo sem precedentes, um vulcão nunca dantes despertado para as artes da alcova.

O cafa amador parece vestir-se sob encomenda de um personal stylist: falsa malandragem, cafuçu de araque. E sempre com um pé no metrossexualismo ou na tendência. No cafa romântico qualquer peça lhe cai bem, a ciência da pegada está no olho e no drinque caubói, por supuesto.

O doce cafajeste entra no saloon e não atira para todo lado. Não gasta balas à toa. Sempre escolhe um alvo. O caricato desfalca o colt até com as mulheres dos amigos, embora não tenha arma para matar sequer uma formiga a caminho da roça."

Agora termine, se quiser, a leitura, clicando bem aqui.

Xico Sá, é jornalista e escritor. Nasceu no Cariri, em 1963, foi criado no Recife. Atualmente, vive em São Paulo. Fale com ele pelo e-mail xicosa@brpress.net

Comentários

Ronald e Vanessa disse…
Oi Elisabeth, muito bacana seu blog. Adorei a música de fundo!

Obrigada por visitar nosso blog. Espero que um dia tb possas construir tua casa!

Vanessa

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminação sem gesso

Cortinas para a casa nova dos meus amigos Lai e Lu

Discurso que proferi na minha colação de grau do curso de Arquivologia, da UnB, dia 03 de fevereiro de 2009, em Brasília.