quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Hoje

E aê, minha gente, tudo bem? Eu tô bem, apesar de ter passado o dia todo em casa por causa do meu pé inchado, e eu já expliquei isto do pé em outro post. Aproveitei pra trabalhar no blog da Organella, divulgá-lo e alimentá-lo.

Também termine de ler um livro que eu comecei no domingo passado: "O canto da Sereia: um noir baiano", do meu querido Nelson Motta.

Deu tempo também pra dar uma espiadinha no Jornal Nacional, e fiquei espantada com a situação no RJ...vi também alguns atletas que treinam para a Olimpíada na base do improviso. Logo depois vi esta matéria na Revista Times.

Senti vergonha da violência do nosso país, do jeito que o Brasil trata seus atletas, senti vergonha de toda esta exposição internacional. E fico me perguntando por que que este investimento gigantesco feito nas Olimpíadas não é investido diretamente em educação, saúde e esporte.

Um comentário:

Anônimo disse...

olá! como está esse pezito? as melhoras para si. nuno. beijos

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...