quarta-feira, 9 de setembro de 2009

O gato

Não sei como caiu em minhas mãos a Revista da Cultura, publicação da Livraria de mesmo nome, edição deste mês, onde li uma matéria de Fabrício Carpinejar, sobre os poetas que se inspiraram em animais de estimação para compor seus textos. Não sou fã de bichos, mas sim de poetas, principalmente quando o assunto é o (para mim ainda desconhecido) Chacal.
Segue um belo texto entitulado "O Gato"
O GATO
Chacal

o gato é mais
que aquilo que se vê
pois quem olha assim só vê
o que no gato é demais

o gatoflex
o gato rosca
o gato sono
o gato miado

o gato é o que mora
dentro do olho do gato
menina no centro do íris
sua tara faro e tato

o gato lhe acompanha
onde quer que você vá
só com os olhos - não é besta -
para ele basta olhar

mas nos olhos traz o pelo
preto brilhante macio
um olhar quase vazio
de quem sabe admirar

seu olhar nunca é pedinte
de vira lata carente
nem é feito de ameaça
pastor domingo na praça

o olhar do gato lhe abraça
sem pieguice ou apego
pelo prazer de abraçar
o gato está no olhar

Belvedere (Cosac Naify/7 Letras, 2007)


Copiei o texto do Blog do Carpinejar.

--
Um abraço de gata ;)

Nenhum comentário:

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...