sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Eu queria trazer-te uns versos muito lindos

Eu queria trazer-te uns versos muito lindos
colhidos no mais íntimo de mim...
Suas palavras
seriam as mais simples do mundo,
porém não sei que luz as iluminaria
que terias de fechar teus olhos para as ouvir...
Sim! Uma luz que viria de dentro delas,
como essa que acende inesperadas cores
nas lanternas chinesas de papel!
Trago-te palavras, apenas... e que estão escritas
do lado de fora do papel... Não sei, eu nunca soube o que dizer-te
e este poema vai morrendo, ardente e puro, ao vento
da Poesia...
como
uma pobre lanterna que incendiou!
Mario Quintana
__
Aproveitei o poema de Mário Quintana para trazer um pouco de poesia para estes ambientes com jeitinho oriental.
Amigos queridos, este blog andou bem esquecido nas duas últimas semanas, mas eu estive muito ocupada com alguns dos meus novos projetos. Sinto muita saudade. Um beijo!

2 comentários:

Raqueline disse...

Amei essas camas....

Elizabeth Maia disse...

Eu amo a foto da penúltima cama! :D

Aplicada a conhecer e entender de Cinema

Então... há algum tempo eu ando incomodada com o meu pouco conhecimento sobre cinema aliada a uma péssima memória dos filmes que assisto. Co...