sábado, 27 de dezembro de 2008

Manaus, 25 de dezembro de 2008.

Feliz Natal.

Feliz Natal?

Pro seu natal ser feliz você precisa afetar a frágil felicidade do natal alheio? Qual é o limite entre a sua felicidade e a felicidade do próximo? Onde fica a fronteira entre o seu direito e o direito do outro? Até onde podemos ir? Até a linha do bom senso? Até onde quisermos?

Um homem pode beber fartamente com seus amigos e depois sair por aí dirigindo pela cidade para comemorar, para buscar alguns outros, para fazer o que quiser? Você machucou o coração de alguém quando o trocou (preteriu em relação à outra pessoa) por outra pessoa, em busca da sua própria liberdade e felicidade... mas tem o direito de impingir a presença deste novato, na roda de convívio, de amizades, e de amor, que sempre foi do primeiro?

Onde fica o equilíbrio sadio entre a nossa vida, os nossos sentimentos, e a vida do outro as emoções do outro? Temos o direito de, em nome da auto-realização, esmagar as pessoas ao nosso redor?

Natal... é tempo de perdão, de amor, de reconciliação... Mas, me dá um tempo pra eu terminar de ruminar, pra eu remover a pedra que caiu em mim quando você me baleou.

11h11.

7 comentários:

Leo disse...

Gostei do tom crítico do post; nos faz refletir. Realmente deve haver um equilíbrio entre a sua felicidade e a alheia, para não estragar o Natal (e quaisquer outros bons momentos) de ambos. Tenha um feliz ano novo ao lado dos seus familiares e amigos aí em Manaus!

Rodrigo Fortes disse...

Ei... isso aqui tá parecendo o blog de alguém... muito filosófico.rsss.. adorei esse post. Lembrei do filme CRASH que diz que as pessoas ao se tocarem, automaticamente, se machucam. É inevitável Beth. Se não quisermos crescer, então vamos ficar trancados. A liberdade da gente sempre toca o outro. Mas prefiro sair, se machucar, voltar dolorido a me trancafiar no meu mundo.
bjs

Elizabeth Maia disse...

Oi Leo! Obrigada pela visita. Te desejo um 2009 maravilhoso.

Elizabeth Maia disse...

É isso aí Rodrigo... e eu continuo em busca de um equilíbrio perfeito! :D Bjins. Bom 2009 pra gente.

Edna Vilas Boas disse...

Eita senhorita Bete,
Arrebentou hei?
Isso lembra um conversar q tivemos outro dia.lembra?Muito bom texto.O que todos queremos é nos encontrar, mesmo q muitas vezes temos q nos perder antes.kkk... O mas o dia que eu chegar num equilibrio eu te conto...mas acho vai demorar. E talvez qd isso acontecer já não estarei aki para contar..kkkk.
Feliz 2009 meu anjo mt saude e paz!TB estou com saudade...sua doida..

Edna Vilas Boas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
alerts disse...

dior uk
fendi
fendi purses
discount fendi
fendi handbags

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...