Notícias

Que sensação horrorosa, parece que a vida tá andando e eu tô ficando para trás... Após um longo e tenebroso inverno, volto a postar no meu bloguinho. Muita coisa aconteceu, e nem sei se dá pra contar aqui tantas impressões sobre o mundo. Mas, vamos aos fatos:
  1. Trabalho novo: mas to deprimida com o mercado de trabalho, e em crise pré-colação. Não vou comentar sobre isso. Não quero fazer deste espaço um relicário depressivo;
  2. Minha carteira de habilitação chegou, depois de quase DOIS MESES que eu passei no exame... e eu simplesmente tremo nas bases na hora de dirigir. Isso não acontecia nas aulas... No primeiro dia eu tirei vários "finos" dos carros na asa sul, quase bati ao tentar entrar num balão porque não olhei que já tinha um carro e a prioridade era dele... sorte que pisei no freio a tempo de não fazer mais cagadas, e por fim... deixei o carro morrer no meio de uma "tesourinha". Quem é de Bsb sabe o perigo que isso significa... Tem uma foto aí no final do post; no segundo dia eu tive um ataque de tremedeira... Não consegui me afastar da unb mais que dois quilômetros, e entreguei o carro de volta pro Paulo... :( Vou ligar pro meu antigo instrutor e marcar um bate papo... Tô doida pra dirigir... o lugar mais repugnante que eu conheço é aquela "fedoviária" de Bsb. Não aguento mais ter que passar por aquele lugar;
  3. Na próxima segunda-feira tenho prova de estatística. Ai... que preguiça de fazer tudo de novo! Tem um garoto libanês na minha turma. Se eu, que tenho o português como língua natural, tenho dificuldades de entender, fico imaginando como ele deve se sentir perdido. A gente se comunica com ele falando "portunhês": mistura de português com inglês... Coitado. Falando nisso:
  4. Tô pesquisando, estudando as possibilidades de ir pra Washington DC, fazer um curso intensivo de um mês, pra dar um up grade no inglês. A Shirley, mãe da Minnie, me ofereceu a casa dela pra eu ficar. E eu tô esperando que dê certo. Torçam por mim! Se eu for, isso acontecerá em fevereiro ou março do ano que vem, após a formatura, no final do inverno norteamericano. Nunca fiz uma viagem internacional :)
  5. Falando da Minnie, ela ainda está conosco... e tá gordinha a bicha! Uma fofa! :)
  6. Ah... já ia me esquecendo: Essa semana eu fui convidada pelo meu amogo Fred Burle para fazer um texte para um curta-metragem, e hoje eu fui lá... Será que vou ganhar um papel? No teste eu interpretei uma professora de adolescentes (papel que me foi entregue na hora), respondendo a um entrevistador. Minha tia Rosy perguntou se eu iria virar atriz. hehehehe. De jeito nenhum... eu só quero fazer coisas diferentes, ter histórias interessantes pra contar, me divertir, viver :) Se eu ganhar um papel, corro aqui e conto pra todo mundo!
Imagina eu subindo uma rampinha mais inclinada que essa da foto, e o carrro morrendo... Até agora não entendi o que aconteceu...

Bjokas. Bom domingo

Comentários

rosy seabra disse…
Beth minha sobrinha linda tenha paciência e procure desenvolver a calma qdo for dirigir.Eu me lembro ainda hj do dia em que fui descer a rampa da garagem la da mamae e enrolei o carro pra parede onde tinha umas plantas no muro e arranquei o retrovisor e ainda passei por cima, no dia da minha prova pratica minhaperna tremia tanto que pensei que nao conseguiria fazer a prova e hj ja rodei grande parte do Brasil inclusive ja dirigi sozinha nosso Kadett de SP a Recife (eu num carro e Cassio no outro 3 dias de viagem). Por isso posso te dizer de carteirinha isso passa ... Apenas tenha calma e muita atencao pq dirigir é uma grande responsabilidade mas acredito no seu potencial um dia vc vai rir de tudo isso tenha certeza ! Beijos te amo muito e torco por vc.
Pixaim disse…
Dirigir em Brasília não é mole não! Levei cerca de um ano, sete batidas e muitos xingamentos pra aprender mais ou menos como funcionam as coisas no trânsito daqui! Acho que como o tempo já passou, vc dever estar mais tranquila ao volante...

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminação sem gesso

Cortinas para a casa nova dos meus amigos Lai e Lu

Discurso que proferi na minha colação de grau do curso de Arquivologia, da UnB, dia 03 de fevereiro de 2009, em Brasília.