quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Guantanamera - Tradução

Sinto que sou uma pessoa assim:

"Eu sou um homem sincero
de onde crescem as palmeiras.
E antes que a morte me leve,
quero que versos me saiam da alma.
Eu sou de toda parte
e eu vou para toda parte.
Eu estou nas artes,
em meio às montanha.
Eu sou uma montanha.
Tudo é belo e constante,
tudo é música e razão.
E tudo, feito o diamante,
antes de ser luz, é carvão.
Com os pobres do mundo
eu quero ter o meu destino.
Um pequeno riacho na montanha
me agrada mais do que o mar.
Eu quero, quando eu morrer,
sem pátria, porém sem dono,
ter na minha lápide um buquê de flores e uma bandeira.

Cultivo uma rosa branca em julho,
como em janeiro, para um amigo sincero
que me oferece sua mão honesta.
E para o cruel que me arranca
o coração que me mantém vivo,
eu não cultivo espinhos.
Eu cultivo a rosa branca.

Guantanamera
Guajira
Guantanamera"

Guantanamera é a garota natural de Guantanamo, Cuba. E eu acho que essa letra é linda! :)

2 comentários:

Salame disse...

Linda mesmo.

Ronaldo Tadeu Martins Rainha disse...

Elizabeth

Valeu pela tradução da musica, e também adorei a sua sinceridade, quem derá todos tivessem a felicidade de ser honesto todo o tempo. beijos no seu coração!

Ronaldo T.M.Rainha

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...