sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Cansada


Hoje não.

Hoje estou cansada demais para sorrisinhos, conversinhas de pé do ouvido, troca de confidências e até de carícias.

Não peça meu afeto para suas palavras. Me ofereça outra coisa.

Nem pensar eu quero hoje. Nem ouvir música. Nem fantasiar.

Hoje eu pus o sol de pé com minhas próprias mãos, e não me queimei mais por causa disso.

Quando vejo o dia escuro se tornar claro sinto que me perdi em algum momento da minha própria história.

Não me venha com tolices, pois hoje eu engoli um sonho sem nem sentir o gosto.

Guarde tudo para amanhã. Prometo que durmo cedo e acordo bem disposta pra você.

Nenhum comentário:

As multidões

Nem todos podem tomar um banho na multidão: ter o prazer da turba é uma arte. Só assim se pode oferecer, à custa do gênero humano, um b...