"Eu tô dividindo pra poder sobrar"


Postado numa Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Quem faz muita coisa não faz nada bem" é o que diz a sabedoria popular (que, por acaso, quase sempre é burra), e, quem sou eu pra contestar? O fato é que ando me desdobrando, de dividindo em várias pra dar conta de tantos papéis que eu mesma me coloquei. O telefone toca o tempo todo, e quase nunca a pessoa do outro lado é a mesma, nem sempre é sobre o mesmo assunto da ligação anterior, então a cabeça tem que estar rápida o suficiente pra sair da China e pousar na Bahia mais rápido que a velocidade do som.

Se posso dar uma dica de ouro pra alguém, lá vai: faça uma coisa de cada vez: primeiro estude, depois seja uma excelente profissional, ganhe dinheiro, viaje muito, depois namore, case, e depois tenha filhos... Enfim... faça cada coisa no seu tempo. Não se envolva com projetos longos, que te tomem muito tempo, vários ao mesmo tempo.
Mas, eu devo confessar: eu adoro esses dias pilhados, eu amo estar no limite. Eu adoro essa muvuca... deve ser por isso que eu exerço os papéis de estudante, profissional, membro da comissão de formatura, esposa, amante, dona de casa (rs...). Só não quero um bebê agora porque isso seria muita sarna pra eu me coçar...

Quando a gente é criança tudo passa tão devagar. Eu sempre ouvia minha mãe dizer que depois dos 15 anos o tempo passa mais depressa. Deve ser verdade... rs...

Um beijo pra você. Corra, Lôca, corra!

Terei a imagem daqui. E lá tem outras legais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminação sem gesso

Cortinas para a casa nova dos meus amigos Lai e Lu

Discurso que proferi na minha colação de grau do curso de Arquivologia, da UnB, dia 03 de fevereiro de 2009, em Brasília.